ROOTS. with Rafael Zorzella

O Natal ficou para trás e eu esperava pelo ônibus para Botucatu na rodoviária de Conchas. A ideia era passar alguns dias antes da virada do ano revendo amigos e revivendo rolês como costumávamos fazer anos atrás.

Do Sesc 24 de Maio eu vejo o centro de São Paulo

Eu precisava comprar algumas camisetas e dei um pulo durante o sábado na galeria do rock. Fazia tempo que eu não caminhava pelo centro e, mesmo quando eu estava na boca do caixa e percebi que tinha esquecido dinheiro e cartão, não me arrependi de ter saído de casa justamente por estar ali de volta, como eu costumava fazer com mais frequência nos fins de semana de 2012 e 2013.

Eu sempre quis voar

Eu sempre quis voar. Era esse o poder que eu escolhia. Quando criança, olhava o horizonte e me via flutuando alguns pés acima do chão, e livremente minha imaginação me levava para longe, para atrás das montanhas, para cima das nuvens, para um mundo sem igual.