19 de julho de 2016, e 11 coisas que eu contaria para eu mesmo de 11 anos

19 de julho de 2016, e 11 coisas que eu contaria para eu mesmo de 11 anos

Obrigado valeu e bençãos pra todos vocês lindos que me desejaram parabéns e feliz natal <3

Eu costumava me sentir um bosta em dia de aniversário, mas tô super de bem com a vida, numa nice, de ressaquinha suave pós noite alucicrazy. Aprendi a festejar no ano passado e já me sinto muito especial por ter tantos amigos e escutar tantas coisas maravilhosas de vocês.

Eita vida, seja 2016 ou 25 anos, eu tenho muita história pra contar – e devia tá registrando tudo porque alcoontece de eu esquecer muita coisa – e nesse dia específico, aparece essa corrente orkutizada do que você falaria para você mais novo e é óbvio que o Eliel, ou Liko, ou Cristo, ou Elyon, ou *insere aqui outro apelido que você goste* de 25 anos tem muito pra dizer para o magricela quatro zóio de 11 anos, então vamos lá elielzinho, eu queria muito te contar umas paradas que pudessem facilitar a vida:

1 – Você não vai virar anjo se morrer antes dos 12. E para de orar pra Deus pedindo pra ser uma criança igual a todas as outras, tem nada de errado contigo e daqui alguns anos você já vai tá escrevendo deus em letra minúscula, aliás, não adianta nada ficar bravo com o cara e ir na igreja só pra mandar ele tomar no cu. Só você sofre com isso. Aproveita e já começa a ler sobre o cristianismo, budismo, espiritismo, satanismo, wiccas… Leia a porra toda e cola em todos os templos religiosos possíveis, que sua cabeça vai brilhar e você vai ficar muito em paz consigo mesmo, juro.

2 – Não xingue o Denis de viado para os amigos da série dele. Você só tá com ciúmes e vai se arrepender profundamente.

3 – Grave outra playlist naquela fita cassete que você entregou para a Amanda na quarta série. Sério, tem umas músicas nada vê lá. Ela gosta de Guns n Roses com 10 anos de idade, o mínimo que você pode fazer é tirar aquela música catedral dos infernos da Zélia Duncan.

4 – Não assista ao O Sexto Sentido. Não tente fazer contato quando ver alguém que já morreu. SÓ CORRE.

5 – Você vai deixar sua professora e seus pais muito orgulhosos quando sua redação ganhar o prêmio de melhor da escola. Guarda naquela caixinha de cartinhas das namoradinhas porque 15 anos depois você terá muita curiosidade pra saber o que tava escrito, mesmo que seja só pra dar umas risadas.

6 – Não se ache melhor que os coleguinhas, principalmente os repetentes. Você também vai repetir de ano um dia. Inclusive, não sofra, escola de cu é rola.

7 – Não escute o Vicente. Quer dizer, pode pular o muro com ele, mas se prepare que ele quer te ferrar. Você vai ser levado pra diretoria e vai se vingar passando graxa e colocando arame farpado num lugar específico. Melhore o plano, porque ele merece e você precisa sair ileso dessa.

8 – Não beije as meninas só pra provar algo para os meninos. Eles são uns imbecis e você só tá passando vergonha. Depois cê vai virar rei da porra toda e beijar muito, mas não é essa a hora.

9 – Não se apaixone, ou pelo menos se esforce pra não ser infeliz. Amores platônicos só te inferiorizam e amores impossíveis só existem nos livros.

10 – Para de ser preconceituoso cos coleguinhas que já traficam e os que são drogados. Alguns deles vão morrer bem cedo e os outros podem te ajudar e te surpreender. Mas continue fazendo assim com as mãos, como a Eliana ensinou naquele comercial do capeta que dava maior medo. Maconha só tá permitido a partir da oitava série.

11 – Leia O Terceiro Travesseiro antes dos 15, você tem algumas descobertas a fazer. Leia menos os livros de história – é tudo mentira e a princesa Isabel não era tão legal assim – leia mais Harry Potter e leia o manifesto comunista antes do ensino médio.

E de brinde, saiba que você pode ser e fazer o que quiser. Não demore muito pra perceber que o que os outros pensam não importa, ao menos até a fase adulta, que tá está relativamente longe vai 🙂

Escuta aí e parabéns, cara.

Related Stories